Ultimas

25/07/2014

Ranking de sócios: em Alagoas, CRB, CSA, ASA e CSE disponibilizam o programa ao torcedor

O ex-jogador Athyrson, foi o garoto propaganda do CSE
no lançamento do programa sócio torcedor do clube
(Foto: RomárioSilva/PalmeiraEsporte)
Os programas de sócio dos clubes de futebol têm despertado a atenção do torcedor alagoano, que aos poucos está se atentando para a importância de contribuir com o seu clube mesmo que ele não esteja atuando, e se estiver, independente da vitória ou derrota.
Em Alagoas, quatro são os clubes que possuem programas de sócios, e justamente os quatro de maiores torcidas do Estado: ASA, CRB, CSA e CSE. Deles, o alvinegro e o Galo estão em atividade e disputando a Série C do Brasileiro, enquanto que o Azulão e o tricolorido só retornam para o Campeonato Alagoano de 2015.
Com este cenário, o TNH1 traz um ranking baseado nas informações fornecidas pelos gestores do programa. Nele, o ASA tem se mantido estável quanto ao números de sócios, assim como o CSA. No CRB, com o incremento de ações no setor de marketing, tem apresentado um crescimento no número de sócios, enquanto que no CSE os números seguem baixos.
No ranking, foram destacados a quantidade de torcedores que fizeram cadastro, independente de ter ou não iniciado os pagamentos, além dos torcedores ativos, que são os que iniciaram os pagamentos, mas estando ou não em dia com o clube, e por fim os adimplentes e inadimplentes, com a quantidade de torcedores que estão em dia com seus clubes e os que não estão. Os números foram atualizados até esta terça-feira (22) e fornecidos pelos gestores do programa.
Programa de sócio do CRB existe desde fevereiro de 2014. Foto: TNH1
Confira o ranking de sócios torcedores em Alagoas:
1- CSA (650)
Cadastrados: 3.000 (aproximadamente)
Ativos: 2.359
Adimplentes: 650 (aproximadamente)
Inadimplentes: 1.709 (aproximadamente)
Início do programa: outubro 2013
2- CRB (600)
Cadastrados: 1.150 (aproximadamente)
Ativos: 855
Adimplentes: 600 (aproximadamente)
Inadimplentes: 255 (aproximadamente)
Início do programa: fevereiro 2014
3- ASA (120)
Cadastrados: 700 (aproximadamente)
Ativos: 350 (aproximadamente)
Adimplentes: 120 (aproximadamente)
Inadimplentes: 230 (aproximadamente)
Início do programa: 2010 (Meu Coração é ASA) e 2013 (Gigante na Veia)
Arrecadamento em 2013: R$ 160 mil
4- CSE (53)
Cadastrados: 120 (aproximadamente)
Ativos:
Adimplentes: 53
Inadimplentes: 
Início do programa: setembro 2013
Opiniões
Para o diretor financeiro do CSA, Marcos Túlio, o torcedor alagoano tem dificuldade de aceitação dos programas de sócio, mas ele acredita que isso vai mudar aos poucos. “Nem todos os torcedores enxergam os benefícios para o clube e para ele ao contribuir com o clube, e geralmente preferem pagar ingresso. É um aspecto cultural. No CSA, mesmo oferecendo mais vantagens aos sócios, é uma luta diária. Estamos pensando em projetos para o segundo semestre para fortalecer a campanha, porque queremos que o torcedor esteja dentro do clube, de forma ativa”, falou ao TNH1.
No ASA, o diretor de marketing destacou que o programa de sócio torcedor pode segurar um clube financeiramente até mesmo nas situações de crise. “Tem clubes, como o Internacional-RS, que não precisa nem utilizar publicidade na camisa se não quiser, porque o sócio cobre todas as despesas. Mas a cultura aqui é que só quando o time está ganhando é que o sócio paga, e perdendo para. Eles não sabem da dificuldade até quando o clube está ganhando, imagine quando está perdendo, e precisamos desse incentivo”, comentou ao TNH1.
Fonte: Tnh1

Postar um comentário

 
Copyright © 2013 Palmeira Esporte Notícias
Traduzido Por: Template Para Blogspot - Design by FBTemplates